terça-feira, 25 de fevereiro de 2014


Hoje foi minha primeira experiência em atender um paciente fóbico com o auxílio do médico anestesista em meu consultório. Já havia trabalhado com esse profissional em ambiente hospitalar e na faculdade, mas no consultório foi a primeira vez. E não podia ter sido melhor! A paciente estava extremamente ansiosa e preocupada, recebeu sedação profunda endovenosa e, então, pude realizar todos os procedimentos numa única consulta. Ao término dos procedimentos a paciente voltou ao normal sem maiores complicações ou traumas. Tudo muito simples, rápido e sem sofrimento. Gostei tanto que vou incluir este  procedimento no atendimento de pacientes fóbicos e em cirurgias de maior porte. Aqui no Rio de Janeiro sou atendido pelos Drs. Gustavo e Giliana. Quem quiser entrar em contato com eles é só me pedir (drboelter@outlook.com).
Leia mais

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Na fase protética cuidado na seleção dos componentes...

Sem sombra de dúvida a fase protética é tão ou mais difícil quanto a fase cirúrgica numa reabilitação com implantes dentários. Inicialmente, seguimos o sistema adotado pelo curso de especialização que realizamos, na escolha do implante e dos componentes protéticos. Todavia, a medida que vamos trabalhando recebemos visitas de representantes de empresas de implantes oferecendo um sem número de vantagens, se utilizarmos o sistema deles. Realmente as ofertas são tentadoras e acabamos sendo "seduzidos" a usar este ou aquele sistema, até porque, na minha opinião, eles se completam. Não existe um sistema que resolva todos os problemas clínicos que nos surgem no dia a dia do consultório.
Todavia, é aí que começa o problema. Começamos a usar o transfer de um sistema, o munhão de outro e assim vai. É verdade que muitos sistemas são intercambiáveis, mas devemos ter cuidado com as particularidades de cada um principalmente dos iniciantes.
Eu mesmo, no início da carreira de implantodontista, fui moldar um protocolo com minipilares e usei dois transfer de pilar. Não sei como encaixou, mas encaixou e eu moldei e fui até a fase final com a prótese apresentando desadaptação. O resultado é que tive que repetir o trabalho.
Aí vão algumas dicas para se evitar problemas:
1) Preferencialmente use sempre componentes protéticos do mesmo sistema dos implantes utilizados.
2) Caso utilize dois ou mais sistemas, procure armazenar os componentes protéticos em lugares separados e devidamente identificados.
3) Tenha cuidado ao adquirir componentes protéticos genéricos produzidos por empresas independentes. Nem sempre apresentam boa qualidade.
4) Por via das dúvidas tenha sempre um bom estoque desses componentes para resolver alguma eventualidade.

Por fim, não confie nos UCLAS de plástico tanto de componentes intermediários quanto de componentes fixados diretamente no implante. Sendo usados como componentes permanentes apresentam muitas falhas na fundição. Usados como provisórios não suportam a força de mastigação e fraturam na proximidade do parafuso de fixação. É um barato que pode sair caro...

Leia mais

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014










É só procurar:
Iascla RibeiroConsultora Comercial
Tel1: 55 21 2255-6324
Tel2: 55 21 2235-2839
iascla.ribeiro@dentoflex.com.br | www.dentoflex.com.br
Leia mais

Promoção da Emfils!! FEVEREIRO/2014


Leia mais

A Quality Componentes oferece uma série de componentes e chaves de prótese sobre implante de excelente qualidade e a preços competitivos. Vejam só esta promoção:

Olá!

Venho apresentar a mais nova solução em Componentes Protéticos e Instrumentais!
Somos Fabricantes, garantimos a adaptação!

Componentes Compatíveis:
Hexágono Externo
Neodent*, Conexão*, SIN*, 3i*, Nobel* Brannemark*, Debortoli*.

Cone Morse
Neodent*, Pross*, DeBortoli*

Hexágono Interno (Conexão Interna)
Certain* (3i) e Replace Select* 
(Nobel). 

PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO!!! 
Kit Protético Completo a R$699,00 em 4 vezes no BOLETO.
Removedor de Implante HE 4.1 a R$76,49. 
Chave p/ Torquimetro a R$32,00!!!!
Uclas Plásticas com parafuso a R$18,97!.
Análogos a R$12,00!!

Imperdível!!!...Excelente qualidade!!!

Site de Vendas: www.qualitycomponentes.com.br.
Telefone Vendas: (11) 4376-9100 ou (11) 3695-1181

Abraços!

Henrique Martins 
Quality Componentes 
vendas@qualitycomponentes.com.br
Leia mais

O Valor das Etiquetas de identificação em Implantodontia


Vocês já viram uma etiqueta dessas dentro de uma embalagem de implante. O que fazem com ela? Jogou fora? Sabia que ela tem uma grande utilidade, principalmente para seu paciente?
Pois é, geralmente pacientes me procuram pedindo para que seja refeita uma prótese sobre implante e quando peço essa etiqueta de identificação para saber qual é a especificação do implante, normalmente dizem: "-Não tenho...". Então começa o calvário para identificar qual é o tipo de implante, plataforma e fabricante. A coisa fica ainda mais difícil quando o implante é antigo.
O que mais me causa estranheza é que em alguns cursos de especialização não se fala no assunto! Outra coisa lastimável é o profissional que não dá a etiqueta de identificação propositalmente, para que o paciente fique "refém" dele a vida toda. Certa vez uma cliente que queria terminar uma prótese sobre implante comigo teve que se indispor com a implantodontista, pois a colega se negava a fornecer a etiqueta de identificação. É um direito que o paciente tem e estava sendo negado...
Recomendo aos colegas implantodontista que deem mais atenção a esta etiqueta. Tem colega que nem guarda esta especificação e depois não sabe que implante utilizou.
Geralmente as empresas mandam 3 etiquetas de identificação: Uma para ser colocado na nota fiscal de compra, outra para o prontuário do paciente e outra para o paciente.
Utilizar devidamente a etiqueta de identificação do implante é um procedimento simples e que assegura o conhecimento das especificações técnicas do mesmo ao longo dos anos. É uma garantia tanto para o profissional quanto para o paciente.
Leia mais

Leia mais

Leia mais

Leia mais